terça-feira, abril 04, 2006

Encontros imediatos...

Mais um fim de semana se passou. Outra semana comecou...

Ainda nao foi desta que me dei ao trabalho de pegar num Guia da cidade, mas ja comecei por compra lo, e meter me ao caminho. Esta dificil de o fazer mas, pelo que tenho visto das muitas visitas que la por casa tem passado, desde americanos a franceses ou holandeses e portugueses, ja vou conhecendo a maioria dos pontos de atraccao da cidade. Ainda que apenas por fora.
Para quem nunca veio ca, a cidade, a meu ver, serve para fazer turismo cultural mais do que qualquer outro tipo. E digo isto a pensar nos museus que se tornaram os icones da terra. Sim, porque praias nao tem, paisagens deslumbrantes tambem nao e diferencas culturais em relacao a Portugal ou a outro pais europeu tambem nao sao muitas.

O grande interesse da cidade tem a ver com a sua vida diaria e a forma como a vida desta se cruza com a dos seus habitantes. Nao conheco Nova Iorque, "the city that never sleeps", mas imagino com um tipo de ritmo semelhante ou exponenciando o que por aqui vejo. A oferta de locais de convivio, sejam discotecas, restaurantes, cabeleireiros ou bares, e imensa. As pessoas para alem disso, nao se restringem a estes e ainda aproveitam para fazer uso das suas ruas e dos seus parques. Ao domingo entao e passeio obrigatorio: o parque do Retiro, o que conheco ate agora ao domingo, fica repleto de pessoas de todas as idades, de todas as cores, de todas as classes.

Para reconhecer esta caracteristica da cidade e preciso vive la e para isso apenas permanecendo no minimo um mes. Ha cidades que servem para se passar... ou outras que servem para se viver. Esta e sem duvida um exemplo das segundas...

Hasta luego

PS - Fotos a comprovar as afirmacoes ficam para depois...

4 Comments:

Anonymous pai said...

Como a gastronomia está na minha ordem do dia, vai vendo locais altamente gastronómicos, que podem passar para o lado de lá do Atlântico, na América falada em espanhol.
Não esquecer bibliografia sobre "pimenta capsicum" , preventivo contra a gripe das aves ..

7:43 da tarde  
Anonymous o chato said...

cabeleireiros?!!!

12:52 da tarde  
Blogger João said...

Olá, malandro.
Por acaso, era também a ideia que tinha de Madrid (nunca aí fui).
Curioso como nós, os portugueses, não aproveitamos os espaços verdes que temos, com o clima que temos.
Keep Posting!!
Abraço

12:19 da tarde  
Anonymous bruno afonso said...

arriscaria dizer que NYC apenas se pode comparar a NYC :) Dito isto, fico feliz por ter mta variedade madrid. Nada melhor para combater melancolia ocasional que uma bela noite/tarde de diversao! :)

abraco
b

7:16 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home